sala de aula

Salas cheias: veja como fazer captação de alunos para escolas de pós-graduação com a Intersector

O financiamento estudantil para a graduação já é bastante conhecido no Brasil por causa do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) do governo federal. Embora ainda sejam escassas as linhas de crédito voltadas para custear a pós-graduação – especialmente as especializações e os MBAs -, hoje, esse tipo de financiamento é o que pode garantir a captação de alunos para escolas e manter as salas de aula da sua instituição sempre cheias.

As fintechs – startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro – estão movimentando esse mercado e facilitando a vida de quem precisa fazer uma pós-graduação para ascender na carreira profissional ou se atualizar, mas não consegue custear as mensalidades.

Como sabem usar a tecnologia a favor da otimização dos serviços, as fintechs costumam oferecer inúmeras facilidades em relação aos créditos bancários tradicionais, como agilidade na análise de crédito, parcelamento que pode chegar até o triplo do tempo do curso, taxas inferiores aos bancos e atendimento personalizado.

Além de ajudar os estudantes, as fintechs também favorecem as instituições de ensino na captação de novos alunos.

A PUC Minas é uma das instituições parceiras da Intersector, uma fintech especializada em financiamento estudantil para pós-graduação e MBA, que está ganhando destaque no mercado.

Essa parceria, que acontece há um ano, permite que os alunos matriculados possam pagar o valor total de um curso com o dobro de tempo. Após duas campanhas de matrícula, a PUC Minas já ampliou a captação de alunos para escolas, conquistando 120 novos estudantes para o seu Instituto de Educação Continuada.

“A parceria com a Intersector abriu portas para um grupo grande de alunos que, por questões orçamentárias, não poderiam colocar em prática o sonho de fazer uma pós-graduação”, opina Miguel Alonso de Gouvêa Valle, pró-reitor da PUC Minas.

Outra parceira da Intersector, a IBE Conveniada FGV conseguiu 500 novos alunos em 2019, gerando aumento de R$ 15 milhões em receita. A instituição, que atua há mais de 20 anos no interior de São Paulo, decidiu que precisava incrementar seu quadro de alunos para os cursos de pós-graduação e MBA da Fundação Getúlio Vargas, nas cidades de Americana, Campinas, Jundiaí e Piracicaba.

Além da PUC Minas e da IBE Conveniada FGV, também são parceiras da Intersector: CEDIN (Centro de Estudos em Direito e Negócios), FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso), Instituto Mauá de Tecnologia, Faculdade Impacta, IESLA (instituo de Educação Superior Latinoamericano), IED São Paulo e IED Rio de Janeiro (Faculdade de Design) e Esjus (Escola Superior de Justiça).

Ficou interessado em ser parceiro da Intersector? Saiba como manter as salas cheias da sua instituição de ensino.

Compartilhe:
error

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSOS ARTIGOS POR EMAIL

Assine nossa newsletter